Início / Telecomunicações / 4 formas de poupar em telecomunicações

4 formas de poupar em telecomunicações

imagem de poupança telecomunicações
Partilhe esta dica
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Segundo os últimos dados públicos disponibilizados pela Marktest, os portugueses gastam em média 55, 29 euros por mês no seu pacote de telecomunicações.

Existem, contudo, formas de diminuir os gastos com o seu pacote de serviços de telecomunicações, nomeadamente através de uma comparação entre todas as ofertas existentes no mercado. Assim, o que deverá procurar fazer quando a data de término do seu atual contrato se está a aproximar é começar a procurar as melhores condições do mercado, adaptadas às suas necessidades diárias. Deixamos-lhe algumas dicas úteis para que possa reduzir o peso das telecomunicações no seu orçamento:

Fique de olho nas ofertas da concorrência

Mesmo depois de ter subscrito um serviço de telecomunicações de uma determinada operadora, não deverá deixar de estar atento à oferta das operadoras concorrentes. Desta forma, quando a operadora lhe ligar a propor a renovação do seu atual contrato, já estará na posse de melhores argumentos para poder negociar preços e condições (velocidade da internet, nº de canais de televisão, entre outros).


Ajuste o serviço às suas necessidades

Tendo em conta que há ofertas de todo o tipo, procure fazer uma lista com os serviços de que precisa, para que, desta forma, possa escolher mais facilmente o pacote de telecomunicações que melhor se adequa às suas necessidades específicas. Ao contratar apenas os serviços de que precisa estará a poupar na sua fatura mensal.


Tenha em atenção os prazos das promoções

As operadoras encontram-se constantemente a lançar promoções, mas é preciso ter o cuidado de avaliá-las, nomeadamente qual o prazo destas, assim como o da fidelização. Posteriormente, para que não corra o risco de estar a gastar parte do seu orçamento em serviços que não utiliza, verifique todos os meses na sua fatura se não está a pagar por um serviço adicional que lhe foi oferecido no início do contrato, mas que, entretanto, deixou de ser gratuito.


Utilize um simulador

Existem vários simuladores gratuitos online, onde os consumidores poderão fazer uma comparação entre os diversos pacotes oferecidos pelas operadoras, com base no seu perfil. Temos, por exemplo, o simulador da ANACOM (Autoridade Nacional para as Comunicações) ou o da Deco Proteste, sendo que para ter acesso a este último terá de se tornar subscritor. Constituindo-se estes como serviços independentes das operadoras presentes no mercado, as ofertas que lhe são apresentadas serão sempre as mais adequadas às suas necessidades. Assim, antes de assinar qualquer documento, faça uma simulação para saber quanto iria pagar efetivamente pelos serviços de cada uma das operadoras que cobrem a sua área de residência.


Mais dicas em: telecomunicações